SEO para fotógrafos – Dicas Essenciais


Ter uma presença on line hoje em dia é crucial para o crescimento do seu negócio de fotografia.

Diante disso, estar nas primeiras posições do Google e Bing para as palavras chaves relacionadas ao seu nicho é simplesmente obrigatório.

A cada dia que passa mais e mais pessoas têm acesso a internet e pesquisam por serviços on line antes de contratá-los. Desse modo, se você não está nas primeiras posições dos motores de busca dificilmente será encontrado por clientes em potencial que buscam por um fotógrafo.

Você pode me dizer que pode fazer anúncios no Adwords e colocar seu site na frente dos seus clientes e acima dos concorrentes, mas saiba que isso custa dinheiro e não é pouco. Algumas palavras chaves relacionadas à fotografia de casamento, por exemplo, chegam a custar facilmente R$5,00 por clique, ou seja, você terá um custo muito alto para encontrar seus clientes.

E ainda tem o fato de que se você não souber bem o que faz no Adwords, como adicionar palavras-chaves negativas, seu orçamento será sugado em questão de minutos por cliques que não tem interesse no que você oferece.

Mas há uma solução para isso e é o que vou te mostrar nesse artigo. Aproveito para ir logo te dizendo que não há mágica em SEO, não há atalhos ou maracutaias que possam te colocar nos primeiros lugares.

Isso existia no passado, mas com o advento do algorítimo Google Panda, sites com conteúdos rasos e lotados de palavras-chaves na tentativa de fraudar os motores de busca perderam posições e até mesmo foram banidos das páginas de resultados orgânicos.

Ou seja, para aparecer bem posicionado nos resultados de busca você precisa de muito trabalho duro e conhecimento.

Para comprovar o quão bom SEO é para nós fotógrafos, segue abaixo uma captura de tela da minha conta do Google Analytics mostrando que em 2015 43,32% das minhas conversões (pedidos de orçamento, assinaturas da newsletter e vendas) vieram do Google, DE GRAÇA! Sim, de graça. Só gastei meu tempo para conseguir. O Facebook com todo o seu poder de tráfego e segmentação não me deu nem metade do resultado que o Google me deu.

Então, sem mais o que provar ou discutir, vamos as dicas, só lembrando que muita delas são baseadas para usuários do WordPress.

1. Instale o Plugin Yoast SEO.

Se você usa WordPress.org, aquele com servidor próprio, e ainda não usa o plugin Yoast SEO você está perdendo uma grande oportunidade de melhorar seus resultados orgânicos perante os motores de busca. Baixe agora o plugin no diretório do WordPress e instale em seu site WordPress, pois algumas das dicas seguintes dependem desse plugin.

2. Crie e envie seu Sitemap XML para o Google

Um sitemap XML é um arquivo que contém todos os links para seus posts e páginas. Ele é atualizado sempre que você publica algo novo e o Google é avisado imediatamente desse novo conteúdo, aumentando assim a velocidade de indexação do seu conteúdo e facilitando o trabalho do rastreador ao tentar entender, rastrear e indexar seu conteúdo.

Para criar seu sitemap, após te instalado o Yoast SEO, vá até o painel de controle do seu site WordPress > SEO > Sitemaps XML. Habilete a caixa para criar seu sitemap. Depois clique no botão Sitemap XML e uma nova janela irá abrir com um url assim: http://seusite.com.br/sitemap_index.xml

Para enviar seu sitemap para o Google você precisar criar uma conta no Search Console e verificar seu site por um dos métodos sugeridos pelo Google.

Após ter feito isso você vai em SEU SITE>RASTREAMENTO>SITEMAPS e clica no botão vermelho ADICIONAR/TESTAR SITEMAP. Copie o pedaço da URL do seu sitemap que está após o endereço do seu site, no meu caso é sitemap_index.xml, e clique em “enviar sitemap”.

Pronto, seu sitemap foi enviado e você não precisará mais se preocupar com isso.

robots.txt seo

3. Verifique o arquivo Robots.txt do seu site.

O arquivo robots.txt é utilizado para negar acesso a certas páginas e arquivos do seu site pelos motores de busca. Ele é muito útil em certos casos onde você não quer que certas páginas e arquivos sejam mostrados em resultados de busca, mas se mal configurado pode impedir que todo o seu site seja indexado e mostrado nos resultados de pesquisa.

Para verificar se suas paginas estão indexadas, digite no Google site:SubstituaPelaUrlDoSeuSite e veja todas as páginas que estão indexadas.

Para verificar seu arquivo robots.txt basta acessar www.seusite.com.br/robots.txt.

O meu robots.txt é configurado assim:

User-agent: *

Disallow: /out/

Sitemap: https://arthurrosa.com/sitemap_index.xml

Ele está dessa forma pois quero que o Google releve arquivos externos e meu sitemap.xml.

Para alterar seu arquivo você só precisa ir até o plugin Yoast SEO>FERRAMENTAS>EDITOR DE ARQUIVO e colocar o seguinte código na primeira caixa:

User-agent: *

Disallow: /out/

sitemap xml

4. Títulos e Metadescrição

Os títulos e a metadescrição são parte importante na estratégia de SEO para fotógrafos. O Google utiliza o título do post ou página como sinal para ranquear seu conteúdo. Já a metadescrição, aquele pequeno texto que aparece abaixo do título e da URL nos resultados de busca, não ajudam muito no ranqueamento do conteúdo, mas ajudam muito no CTR (click-trought-rate), que é a taxa de pessoas que clicam no seu artigo toda vez que ele é mostrado em um resultado.

yoast-seo-fotografos

Como escrever um bom título?

Escreva um título que deixe as pessoas curiosas para ler seu artigo e que ao mesmo tempo contenha a palavra chave ao que você deseja ranquear.

Como fotógrafo de casamentos eu sempre gosto de raquear para palavras chaves como “Casamento + Local do Casamento”. Desse moto eu crio títulos como “CASAMENTO – FULANO E CICLANA – LOCAL DO CASAMENTO” que sempre ranqueiam na primeira página do Google alguns dias após a publicação do artigo.

google-seo-fotografos

Como escrever uma boa metadescrição?

Uma boa metadescrição contém em poucas palavras uma descrição do que o usuário vai encontrar ao ir para seu site, a palavra chave (para que essa seja negritada no resultado, como na imagem acima) e uma chamada-para-ação forte e no imperativo como “veja agora”, “leia hoje mesmo”, etc.

5. As imagens no contexto de SEO para fotógrafos

As imagens e fotografias são partes essenciais do nosso negócio e extremamente importantes para uma estratégia de SEO para fotógrafos.

Um grande erro que muitos fotógrafos cometem é o de simplesmente fazer o upload de fotos sem um cuidado com tamanho de arquivos e sem adicionar tags essenciais como a ALT (texto alternativo).

Otimize o tamanho das imagens

A velocidade de carregamento das páginas é um fator muito importante para um melhor posicionamento do seu artigo no Google. Se seu site é lento o Google vai te penalizar não mostrando seu conteúdo na primeira página, pois ele quer que nós usuários tenhanhamos uma boa experiência de pesquisa.

Para diminuir o tamanho das imagens eu utilizo o plugin para Lightroom JPEGmini, que é de longe o melhor no assunto de otimizar o tamanho de imagens.

Além de otimizar o tamanho do arquivo, faça upload de imagens com a resolução necessária de acordo com seu tema. Se seu tema aceita imagens com no máximo 800px de largura, você não precisa de imagens com 2000px de largura, pois isso irá apenas deixar seu post mais pesado para usuários com internet lenta.

ALT TAG – Texto Alternativo

O Google não reconhece imagens ainda. Para que ele saiba sobre o que nossa imagem se trata precisamos descrevê-la. O elemento usado para isso é a ALT TAG.

Descreva sua imagem em poucas palavras, sem encher as imagens de palavras chaves, pois isso não te ajudará em nada.

6. A importância do texto e sua quantidade em SEO

É notório que o conteúdo É REI em uma estratégia de SEO para fotógrafos. Se você ainda é daqueles que não cria conteúdo e que faz post com apenas imagens, trate de mudar sua estratégia caso queira melhorar seus resultados orgânicos.

Um artigo deve ter no mínimo 300 palavras para que o Google possa dar devida atenção a ele como conteúdo útil aos seus usuários. Além da quantidade de palavras, foque na qualidade do texto. Textos devem ser bem escritos, sem erros e devem conter a palavra chave inserida de forma natural.

A regra de ouro é: escreva para o usuário, mas pense no Google.

7. Crie conteúdo que outras pessoas queiram linkar

Um dos fatores de mais peso para que seu site seja bem visto pelo Google e tenha autoridade é a quantidade de backlinks de qualidade que apontam para seu site e conteúdo.

Quando alguém do seu nicho, uma cerimonialista ou decoradora, por exemplo, colocam um link de forma natural que aponta para seu site o Google considera que seu conteúdo é importante e que merece um voto de confiança. Consequentemente seu conteúdo irá ser melhor ranqueado.

Conseguir backlinks de qualidade não é uma tarefa fácil. Você precisa primeiramente dar para depois receber. Como fotógrafo de casamento, por exemplo, você pode colocar backlinks para sites de outros fornecedores de um casamento e eles poderão fazer o mesmo pra você em uma outra oportunidade.

Mas não faça troca de links, o Google não é burro e poderá te penalizar por isso, pois é uma atividade contra as diretrizes do gigante das buscas.

Outra forma de conseguir backlinks é criar conteúdo épico, aquele que todo mundo gosta e quer compratilhar ou mesmo citar você em seus blog com um link de volta para seu site.

8. SEO não se trata de robores e sim de pessoas

Vejo alguns fotógrafos criando conteúdo pensando no Google. Enchem o texto de palavras chaves repetidas no afã de conseguir um melhor posicionamento. Isso já foi útil um dia, mas hoje não é mais.

O Google está cada vez mais inteligente. Capaz de mostrar o melhor resultado para os mais diversos tipos de buscas semânticas, que utilizam os mais diversos sinônimos de uma palavra chave que você escolheu para ranquear.

Eu criei um post há alguns dias com dicas de locais para casar na praia em Fortaleza. Demorou alguns dias para que esse post começasse a aparecer nos resultados para a “frase-chave” que escolhi, mas agora ele está entre os 3 primeiros lugares para as mais diversas buscas como: casamento praia locais em fortaleza, locais para casamento na praia em fortaleza e lugares para casar em fortaleza praias.

Como você pode ver, mesmo pesquisas com sinônimos de “locais”, como “lugares”, mostram meu artigo. Isso prova que o Google é capaz de entender semanticamente o que o usuário busca. Dessa forma, não precisamos nos preocupar em escrever um texto duro e voltado para SEO, basta focarmos em um assunto e ajudar o usuário a encontrar o que ele precisa de forma natural.

9. Use URL amigáveis

Um grave erro que muitos fotógrafos cometem em SEO é o de utilizar URL não amigáveis como esta: https://arthurrosa.com/post?1234. O Google e os usuários do seu site jamais saberão do que se trata o seu conteúdo através desse tipo de URL. Você deve utilizar URLs amigáveis que contenha sua principal palavra chave e que sejam relacionadas ao assunto do seu artigo.

Por exemplo, se você fotografou um casamento em um determinado local e quer ranquear para ele, use um título como “Casamento – Fulana + Ciclano – Nome do Local” e a URL deve ser algo do tipo www.seusite.com/casamento-nome-do-local-fulana-ciclano. Dessa forma seu URL será utilizado como forma de reconhecer melhor o conteúdo do post.

10. Utilize redirecionamento 301 quando alterar o URL

Muitos fotógrafos alteram o URL dos seus artigos e esquecem de redirecionar o antigo para o novo. Isso é um grande erro que pode causar problemas para seu usuários que irão encontrar erros 404 de página não encontrada e para o Google que irá parar de rastrear seu conteúdo quando encontrar uma página de erro 404.

Aproveite e crie páginas de erro 404 customizada com links para sua homepage, campo de busca e contato, dessa forma seu visitante não irá sair do seu site quando der de cara com uma página de erro.

11.Utilize tags h1, h2, h3 para títulos e subssessões do seu conteúdo

As tags H são tags de título que aumentam o tamanho da fonte e mostram para os motores de busca e os usuários as partes do seu artigo.

Sempre utilize a tag h1 para o título h2 para sessões e h3 para subssessões. Isso ajudará o usuário a ler seu conteúdo e aos motores de busca entenderem melhor seu artigo.

12. Não crie conteúdo duplicado

Conteúdo duplicado é algo que o Google combate com unhas e dentes. Se você comprar conteúdo de outros sites possivelmente irá ser penalizado. Crie conteúdo original e útil.

Isso também vale para páginas internas do seu site. Se você precisa criar uma página com conteúdo duplicado, utilize a tag rel=canonical para dizer ao Google qual página tem o conteúdo original. Leia mais sobre como implementar a canonical tag aqui nesse artigo.

13. Estude seus concorrentes

Se você quer passar seu concorrente para uma certa palavra chave ou página do seu site, estude o que ele fez para ter aquela página ranqueada e faça melhor que ele.

Não copie sua estratégia, tenha uma melhor que a dele. Leia o conteúdo que ele criou e crie um melhor ainda que ajude mais pessoas e de forma mais completa.

Desse modo o Google irá reconhecer seu esforço e você irá passar seu concorrente.

Mas lembre-se, toda a performance do seu site conta nesse jogo. Você precisa melhorar o todo para vencer.

Quando iniciei na fotografia eu já tinha em mente que não queria ser um fotógrafo que dependesse de indicações, pois eu não conhecia muitos fornecedores que pudessem me referenciar para os clientes.

Diante disso, minha estratégia foi criar conteúdo e otimizar meu site o máximo possível para passar meus concorrentes e ranquear na primeira posição para palavras chaves concorridas como “fotógrafo de casamento em fortaleza” e “fotógrafo em fortaleza”.

Essa estratégia demorou para dar resultados. Foram quase 10 meses para eu conseguir, mas hoje colho os frutos desse trabalho árduo.

E não pare de otimizar. Há sempre o que melhorar, os detalhes fazem muita diferença.

13. Melhore a velocidade do seu site

Ninguém gosta de sites que demoram a carregar. O Google não é diferente, ele odeia sites lentos. Sites lentos tem sua indexação mais lenta e alta taxa de rejeição pelos usuários.

Nos fotógrafos trabalhamos mais com fotografias e essas consomem muitos megabytes e tornam nossos sites lentos. Para melhorar isso, use o JPEGmini para otimizar suas imagens.

Além disso, contrate um bom host. O servidor é essencial para que seu site carregue rapidamente. Servidores compartilhados tendem a serem mais lentos por terem até 5 ou mais sites hospedados juntos e quando um deles usa todos os recursos, o seu fica lento. Então não economize nesse quesito.

Eu uso uma das melhores empresas de WordPress hosting do mundo. A WP Engine, que tem um valor bem mais elevado que os servidores normais mas vale cada centavo por ser muito mais confiável, ter backups automáticos diários e o melhor suporte do mundo.

Se você tem um site que é acessado por pessoas de diversas partes do mundo, pode ser conveniente utilizar um CDN que multiplica seus arquivos em servidores remotos em diversas partes do mundo e servem para seu usuário o conteúdo mais próximo geograficamente, reduzindo a latência e tempo de resposta e consequentemente aumentando a velocidade de carregamento das páginas e imagens. Eu uso e recomendo o MAXcdn que a WP Engine oferece sem custo extra a todos os seus clientes, mas temos o Cloudflare e Amazon Cloudfront também. Eles custam pouco e são extremamente efetivos.

Outra dica é não utilizar muitos plugins em seu site, pois muitos deles fazem chamadas extras de HTML e utilizam folhas de estilo CSS extras que deixam seu site mais lento.

Se você usa Google Fonts, tente manter no máximo duas, pois elas realmente reduzem a velocidade dos nossos sites.

14. Meus resultados:

Na imagem abaixo você pode visualizar o crescimento no número de visitas do meu site vindas dos motores de busca desde o inicio das medições no Google Analytics.

Nessa outra imagem você pode ver o quanto de tráfego o Google me trouxe comparado a outros canais como redes sociais combinadas, e-mail, etc.

Pra finalizar:

SEO é uma ciência em constante mudança. Esse artigo vai ajudar você fotógrafo a ter uma melhor visão do mundo de SEO mas ele não é exaustivo. Estude e pesquise muito, pois os resultados são visivelmente compensadores. Você deve estar à frente de seus concorrentes na sua estratégia on line.

Pra finalizar minha dica é: crie conteúdo de qualidade. Ajude as pessoas a encontrarem respostas para seus problemas e com isso seja recomendado com bastante tráfego e vendas em seu site. Não apenas mostre suas fotografia, ajude pessoas e elas te recompensarão falando bem de você ou mesmo tornando-se seus clientes.


PRECISANDO DE FOTÓGRAFO?

PEÇA AGORA SEU ORÇAMENTO

NÃO VAI EMBORA, VEJA MAIS EM NOSSO SITE:


Casamento – Helayne & Michel – Barraca Gran Royal
Casamento

Casamento – Helayne & Michel – Barraca Gran Royal

Essa não é a primeira vez que a Helayne e o Michel aparecem aqui pelo blog. Mês passado eles estiveram...

VER FOTOS

e-session – Priscilla & Braga – Aquiraz-CE
Sessão

e-session – Priscilla & Braga – Aquiraz-CE

Priscilla e Braga moram em Brasília mas irão se casar aqui em um destination wedding na Praia do Cumbuco,...

VER FOTOS

Casamento – Juliana & Jumário Jr. – Sobral-CE
Casamento Igreja Sobral

Casamento – Juliana & Jumário Jr. – Sobral-CE

Dessa vez vamos trazer pra vocês um casamento super bacana que fotografamos lá em Sobral, cidade que...

VER FOTOS


COMENTÁRIOS SOBRE ESSE TRABALHO:

  • Avatar

    Wesley

    |

    Conteúdo de extrema qualidade gostei, parabéns pelo artigo.

    Reply

    • Avatar

      Arthur Rosa

      |

      Muito obrigado, Wesley! Que bom que esse artigo sobre SEO foi útil pra você!

      Reply

  • Eron Reis

    |

    Obrigado, irmão pelas dicas valiosas, te desejo tudo de bom sempre!

    Reply

  • Avatar

    Marcos Miranda

    |

    cara muito legal as dicas, estou começando agora e não manjo nada disso, sabe me dizer se pela pataforma do 46graus tbm consigo realizar essas estratégias? é que meu site é por eles..

    Reply

    • Avatar

      Arthur Rosa

      |

      Fala, Marcos! Então, eu não conheço a plataforma do 46graus. Mas acredito que eles devam ter opções básicas para você otimizar pelo menos os titulos e metadados.
      Desculpa não poder te responder com mais propriedade

      Reply

GOSTARIA DE SABER O QUE VOCÊ ACHOU. COMENTE ABAIXO: