LOGIN

Casamento – Mariana & Klever – Vila Coqueiros Cumbuco

Pessoal, o post de hoje vai ser diferente. Quem vai contar a história vai ser a Naira Oliveira, celebrante de casamentos da Mar de Afeto.

Naira, celebrou lindamente o casamento da Mariana e do Kléver na Vila Coqueiros que fica na Praia do Cumbuco. Eu recomendo demais o trabalho dela pra quem quer uma cerimônia diferente e personalizada. Mas enfim, vamos ao texto que foi uma parte da cerimônia feita por ela.

AH, APROVEITE E DÊ O PLAY PARA VER AS FOTOS COM MÚSICA!

“Tudo começou com amigos em comum. Pessoas, lugares, hobbies em comum. O interesse surgiu, foi inevitável. Mas aquele não era o momento de vocês.

Passaram-se alguns meses até que o caminho de ambos estivesse livre. No tempo certo, aconteceu. Ficaram e confirmaram que a sintonia e a afinidade que existia na amizade pedia por outro tipo de relacionamento.

Assim foi. Só não foi imediatamente porque os planos de antes levaram vocês pra dois lugares opostos naquele fim de ano: um foi pra Pipa, o outro pra Floripa. Na volta, mesmo não sendo namorados, o Kléver já te esperava logo no aeroporto. Ele não queria mais perder tempo. Desde aí, vocês nunca mais se largaram.

O namoro fluiu. Logo cedo, uma constatação: era diferente. Era leve. Naquela mistura havia química, mas também havia fluidez, equilíbrio, calmaria. A certeza do que vocês tinham e do queriam veio rápida pros dois.

Mas se a gente olhasse pra Mari e pro Kléver daquela época, encontraríamos outras duas pessoas: um concurseiro e uma recém formada.

Então, bem mais que dias de praia e de festa, houve dias de se debruçar sobre os livros. De declinar convites. De virar páginas e grifar artigos. O Kléver estava no auge de abdicar, de ter foco, de investir. A Mari, recém formada, se dedicando no emprego ao mesmo tempo que batalhava um mestrado. Outras pessoas poderiam ter achado que era demais conciliar um relacionamento com todas essas coisas.

Talvez, o mais fácil seria deixar esse relacionamento pra um outro momento. Vocês? Bem, vocês permaneceram. Mais do que permanecer, vocês apoiaram o sonho do outro. Não faltou incentivo, resiliência e determinação na jornada de ambos. Colher os louros seria uma questão de tempo – e foi.

O Mari passou no mestrado. A nomeação do Kléver saiu. E ele quis comemorar fazendo o que ele já queria há muito tempo: pedindo a mão da mulher que ele amava em casamento. Como manda o figurino, foi até os pais dela e fez o pedido, sem que a Mari soubesse. O apoio, claro, foi unânime. Agora, faltava só o mais importante. Se você acha que o mais importante era o sim da Mariana, você se enganou. Era o anel da Tiffany.

Mais difícil que a nomeação de delegado! Mas o Kléver sabia que a Mariana queria bastante, e isso era motivo suficiente pra ele querer com a mesma força. Conseguiu. Foi aqui, que ela disse sim.

E afinal, quem são as pessoas que formam esse casal?

De um lado, eu tenho o Klever. A melhor forma de te descrever, é através dos olhos da mulher que te ama. O Klever é o cara que tira os óculos da Mari quando ela adormece vendo TV. Em um primeiro momento, uma pessoa introspectiva, de poucas palavras, mas não se enganem: é só até ele saber quem você é.

O Klever, em sua essência, é dado à pessoas: aos amigos, à família, à mulher que ele ama: pra esses, não faltará nunca afeto e lealdade. Um cara de bem com a vida, que se sente melhor quando em contato com a natureza: seja no mato ou na praia, é com os pés na terra molhada ou na areia que ele se sente mais vivo.

Uma pessoa que ama e valoriza as coisas mais simples da vida, que não se apega à posses nem dinheiro mas que possui ambição suficiente para se posicionar exatamente onde deseja. Alguém que se encontrou na profissão que exerce, porque finalmente pode fazer, com as próprias mãos, a diferença que o mundo tem precisado.

Do outro lado, eu tenho a Mari. A melhor forma de te descrever, é também através dos olhos do homem que te ama. Olha, a Mari é aquela pessoa que deixa o lixo em cima do lixeiro – (fica até dica aí pros convidados, um ótimo presente pra esse casal é um lixeiro com aquela tampa que gira, certo?) –

Brincadeiras à parte, a Mari é aquela pessoa direta. Sincera: só pergunte algo pra ela se você conseguir digerir a resposta verdadeira. Uma pessoa que tem o coração puro, que faz o que é certo e com um senso de justiça irretocável, custe à quem custar – mesmo que esse alguém seja ela. Determinada, e como efeito colateral, um pouco teimosa.

Não se lamente, Mariana. A teimosia, é o que a faz ser essa pessoa tão decidida, e que quando quer algo, só sossega quando consegue. E também só sossega quando convence todos ao redor porque aquilo que ela quer é tão bacana.

Comunicativa nata, verbaliza tudo: essa moça detesta coisa mal resolvida. Mas se é pra falar o quanto ela ama alguém, pode ser que isso não saia com tanta facilidade. A Mari é de sentir, não de falar.” – Naira Oliveira

Enfim, vamos ver as fotos. Espero que você gostem.

Lista de Parceiros:

Cerimonial: Larissa Maia
Celebrante: Naira Oliveira (Mar de Afeto)
Filme: Blue Films
Vestido: Ivanildo Nunes
Buffet: La Maison Buffet
Bandas: Locomotiva, The Dillas, Banda Ritmus e DJ Thiago Camargo
Decoração: Isabela Barroso
Make: Juarez Sousa
Local: Vila Coqueiros Cumbuco
Estrutura e Iluminação: Smart Luz
Bolo: Bom Bocado
Coquetéis: Coktelitas


casamento carmel cumbuco resort

casamento praia do cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento vila coqueiros cumbuco

casamento vila coqueiros cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento vila coqueiros cumbuco

casamento vila coqueiros cumbuco

casamento praia do cumbuco

casamento praia do cumbuco

PRECISANDO DE FOTÓGRAFO PRO SEU CASAMENTO?

RECEBER UM ORÇAMENTO

Veja mais, não vá embora...
Deixe um comentário...

Newsletter

Assine nossa lista VIP e receba nossas novidades, promoções e dicas.


Rua Coronel Linhares, 1516 - Fortaleza - Ceará - Brasil
T: +55 (85) 98205-7672

Powered by WPengine & G Suite